Universo de escolas

Desde 2009, os resultados dos alunos no Enem são apresentados em uma escala que varia de 0 a 1000 pontos. Porém, ainda não há uma interpretação pedagógica desta escala, o que permitiria indicar qual é a pontuação adequada ao término do ensino médio.

Para posicionar o aprendizado dos alunos de uma escola, passou-se a comparar os resultados das médias entre as escolas. Porém, devido às características do Enem, é necessário aplicar alguns critérios para definir com quais escolas a comparação deve ser feita.

Utilizando a base de microdados do Inep, é possível trabalhar com os resultados de todas as escolas, organizando-as segundo critérios que atendem às necessidades da direção escolar e também às premissas pedagógicas.

Para identificar os interesses da direção, a Meritt realizou entrevistas com diretores e coordenadores. Para definir os critérios pedagógicos, além das entrevistas com coordenadores e professores, nos apoiamos na literatura especializada sobre avaliações em larga escala e na consultoria de especialistas.  

O +Enem trabalha com 5 grupos de comparação, atendendo os interesses da direção e as particularidades pedagógicas.

  1. Observe o total de escolas participantes e o total de escolas que tiveram os resultados divulgados*. Para "Brasil", "estado" e "município", calcule a porcentagem de escolas que não tiveram os resultados divulgados (basta dividir o total de escolas com dados divulgados, pelo total de escolas participantes e multiplicar o resultado por 100).

    Para o seu município, quantas escolas não tiveram os resultados divulgados

    * O Inep só divulga publicamente resultados de escolas com pelo menos 10 participantes e no mínimo 50% do total de alunos, presentes nos dois dias de prova. Essa norma visa reduzir as distorções de representatividade do aprendizado, quando calcula-se a média da escola. Saiba mais sobre a publicação das notas do Enem

  2. Para que a escola possa comparar, legitimamente, os seus resultados com o de outras escolas, atendendo a recomendações de pesquisadores e especialistas em avaliação, o +Enem criou os grupos: “escolas semelhantes”e “escolas referência”. Eles estarão presentes ao longo desse documento, norteando análises estratégicas e pedagógicas. As escolas integrantes do grupo são definidas por um algorítimo exclusivo que trabalha com dados de perfil socioenconômico dos alunos, localização geográfica da escola e as médias nas 4 áreas do conhecimento.

Para saber mais sobre os critérios para o grupo de escolas semelhantes e escolas referência, consulte o glossário.