Como são os itens do Enem?

O item é a unidade básica do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os itens do Enem são objetivos do tipo múltipla escolha, ou seja, o participante precisa escolher dentre cinco alternativas possíveis a que considera correta de acordo com o texto-base e o enunciado da questão.

 

O texto-base traz uma situação-problema em que o participante precisa interpretar para escolher a resposta correta. O texto oferece também todas as informações necessárias para que o participante consiga responder o item corretamente. Além disso, os itens geralmente são contextualizados com assuntos e temas hipotéticos ou reais do dia a dia dos participantes, que levam à reflexão e os instigam a tomar decisões.

 

Cada item contempla uma habilidade da Matriz de Referência do Enem, elaborada em 2009, ano em que o exame passou por diversas reformulações. Essa matriz contempla competências e habilidades que o Ministério da Educação (MEC) espera que os alunos tenham desenvolvido até o ensino médio. A matriz é ainda um objeto de transparência, pois com ela os alunos podem se preparar objetivamente e podem ver sob quais critérios os itens são elaborados e corrigidos.

 

Estrutura do item

  • Texto-base

O texto base é o que compõe a situação-problema e deve fornecer todas as informações necessárias para que o candidato responda o item. Cada item possui seu próprio texto-base. No desenvolvimento do item, o elaborador pode formular textos, imagens, esquemas, tabelas para contextualizá-lo, mas só são válidos para a construção de situações hipotéticas destinadas às áreas de matemática e ciências da natureza.

 

  • Enunciado

 O enunciado se trata de uma ou mais orações com a instrução expressa como pergunta ou um período a ser completado pela alternativa correta. Assim, o enunciado não apresenta informações adicionais ao texto-base, mas deve apenas considerar as informações já fornecidas por ele.

 

  • Alternativas
    • Gabarito

A alternativa-gabarito é a alternativa correta que responde a situação-problema proposta no texto-base e no enunciado.

 

    • Distratores

Distratores são as alternativas erradas. Geralmente são respostas plausíveis, isto é, parecem corretas para aqueles candidatos que não desenvolveram a habilidade exigida naquele item. Para isso, retratam possibilidades de raciocínio na busca de solução da situação proposta no texto-base.

 

  • Justificativas

As justificativas não aparecem na prova, elas são elaboradas separadamente pelos professores que desenvolvem os itens. É nesta etapa que os professores indicam e explicam a resposta correta e as alternativas erradas.

 

Como os itens são elaborados

As questões que compõem as provas do Enem são selecionadas a partir de um banco nacional de itens. Este banco possui cerca de 10 mil questões elaboradas por professores de diversas universidades do Brasil.

 

O Inep então revisa essas questões e as testa antes de serem catalogadas no banco nacional de itens. Esse teste é feito com estudantes do 1º e do 2º ano do ensino médio, que realizam uma prova contendo 48 questões. Esse teste serve para classificar o grau de dificuldade das questões, que podem se encaixar em três categorias: fáceis, medianas e difíceis. No entanto, todas as perguntas com alto nível de acerto ou erro são automaticamente descartadas, dessa forma a prova não terá itens com nota 0 ou 1000. Esse teste é um processo sigiloso, por isso os estudantes não sabem que estão participando de uma avaliação dos itens do Enem.